Dia Nacional do Livro

Dia Nacional do Livro

Em 29 de outubro, comemora-se o Dia Nacional do Livro. A escolha da data deu-se em homenagem ao dia em que também foi fundada a Biblioteca Nacional do Brasil, localizada no Rio de Janeiro, quando a Real Biblioteca Portuguesa foi transferida para a colônia, em 1810.
Campanha - Dia do Livro
  • Votos: (0%)
  • Votos: (0%)
  • Votos: (0%)
  • Votos: (0%)
  • Votos: (0%)
Total de votos:
Primeiro voto:
Última votação:

Campanha do Dia do Livro

Iniciamos nossa campanha do dia do livro. Na primeira etapa fizemos uma votação interna para escolher um novo nome de nossa biblioteca, espalhamos urnas e recolhemos 56 opções, a diretoria separou 05 nomes que mais encaixam em nosso projeto. A enquete é para definir o nome para nosso novo espaço de leitura, vote na melhor opção!

Vencedores da enquete

Parabéns a todos que participaram do evento do Dia Nacional do Livro. Seus esforços são incríveis, esperamos poder sempre contar com a colaboração de todos. 

Tiago Gomes conquistou a segunda colocação com 451 votos com a sugestão “Laboratório do saber”, Paula Fernanda propôs "Galvanizando a imaginação" e venceu com 775 votos.

04 grandes benefícios da leitura.

Ler é ótimo para o cérebro e para os estudos – a sua inteligência agradece.

01 - Melhora o funcionamento do cérebro

São inúmeras as pesquisas que comprovam que ler aumenta as conexões neurais, fazendo com que o cérebro funcione melhor. É como fazer ginástica, só que para a cabeça! Além disso, uma pesquisa da Universidade Emory, dos EUA, descobriram que ler afeta nosso cérebro como se realmente tivéssemos vivenciado os eventos sobre o qual estamos lendo.

Outro estudo dos EUA também descobriu que a redução do funcionamento do cérebro, na velhice, pode ser reduzida em cerca de 30% se a pessoa mantiver hábitos de leitura, além de proteger contra doenças como o mal de Alzheimer. Ler também faz com que a receptividade à linguagem aumente no cérebro – o que facilita na hora de aprender um idioma novo, por exemplo.
elizabeth-bennet-lendo-orgulho-preconceito

02 - Estimula a criatividade

Você fica mais inteligente quando lê muito, e também melhora a escrita e seu vocabulário. Disso você já sabe. Outra habilidade que se desenvolve mais é a da criatividade: quando lemos um livro em estilo romance, por exemplo, a capacidade de imaginar o cenário em que a ação se desenvolve, além da imagem física dos personagens, leva a criar um outro mundo dentro de nossas cabeças.

O mais legal é sempre buscar ler livros que mostrem uma época muito diferente da nossa – um clássico inglês do século 19, por exemplo – ou um outro mundo, literalmente – experimente as versões em livro de sucessos da fantasia, como Harry Potter, O senhor dos aneis ou Game of Thrones. Com toda a certeza sua mente vai viajar e você voltará à sua realidade como se tivesse de fato visitado outro planeta.

03 - Incita o senso crítico

Por que o mundo é como é? Por que você pensa como pensa? Perguntas do tipo são comuns quando você começa a questionar a vida e a sociedade, ou seja, quando começa a desenvolver seu senso crítico. O mais incrível da literatura é que, nos introduzindo a realidades e épocas diferentes, ela acaba suscitando reflexões que talvez não teríamos se ficássemos sempre presos ao nosso cotidiano e à nossa rotina fixa. Ler abre a mente, e isso pode te tornar uma pessoa melhor. Provavelmente, também por causa do próximo – e último – item.

04 - Provoca empatia

Empatia é uma capacidade bastante em falta no mundo, e consiste basicamente em compreender e se solidarizar, emocionalmente, com um outro alguém. E um estudo publicado na revista Psychology Today provou que a leitura tem esse exato efeito: aumentar nossa capacidade de sentir empatia. A razão é um pouco óbvia: quando estamos lendo, nos conectamos com a realidade de outro alguém (mesmo que seja fictício) e podemos entender o que é ser aquela outra pessoa. Literalmente, sabemos o que é estar no lugar dela e que tipo de sentimentos essa pessoa têm, talvez tão diferente de nós mesmos.

Outro estudo pode parecer mais familiar a você, leitor: uma pesquisa feita na Itália mostrou que os jovens que leram Harry Potter são menos preconceituosos e têm mais probabilidade de se solidarizar com minorias sociais, como homossexuais, negros e imigrantes. Por quê? Por conta da associação feita entre a luta de Harry contra o preconceito pelos bruxos nascidos “trouxas” e os grupos marginalizados da vida real.

Sobrou alguma dúvida de que ler é maravilhoso?

harrypotter
Fonte: guiadoestudante.abril.com.br